quinta-feira, 25 de março de 2010

Entrevista Noivas & Cia

CONFIRA ABAIXO A ENTREVISTA DO PROF RODRIGO SCHERER
A REVISTA NOIVAS & CIA

Curso de dança para noivos

Muitos casais estão aderindo aos cursos de dança.
Preparar uma festa de casamento não significa apenas contratar um serviço de buffet, o salão de festa, decoração, igreja, enfim existem outros detalhes que podem agregar e muito à ocasião. Os noivos mais animados e que adoram boates, pois não perdem a oportunidade de mexer o corpo ficam excitadíssimos com os cursos de dança. Eles são perfeitos para quem deseja surpreender seus convidados com um bailado inusitado.

De acordo com o professor de educação física que ministra aulas de dança para noivos, Rodrigo Scherer, até os mais tímidos, com bastante treino, podem tranquilamente fazer bonito no dia mais importante de sua vida. Tudo o que os apaixonados quiserem pode ser possível realizar. Os ensaios com dedicação podem render uma filmagem inesquecível e lindas fotos para o álbum de casamento. Confira entrevista exclusiva com Rodrigo Scherer, na qual ele sugere ritmos, músicas e mais.
Não perca!


Revista Noivas & Cia: Quais são os ritmos que os casais podem aprender?

Rodrigo Scherer: Hoje em dia, os noivos podem escolher o ritmo e o estilo musical que desejarem, desde os mais clássicos como tango, valsa, bolero, até os mais despojados como forró, pagode, salsa, sendo que todos podem ser adequados para a dança do casamento.

Alguns casais optam pelas representações de filmes usando músicas que fizeram sucesso no cinema como: Dirty Dancing, Top Gun, Perfume de Mulher, e outras. Os noivos mais ousados que escolhem a criação de danças cômicas, com mix de várias músicas como: YMCA, Macarena, Single Lady, e muitos casais trazem os padrinhos para participarem da brincadeira, o que costuma ser um verdadeiro sucesso.


N&C: A valsa ainda é requisitada pelos noivos?

Scherer: Sim, apesar do surgimento de muitos outros ritmos para a dança dos noivos, muitos preferem o clássico. A valsa tradicional continua na preferência de muitos casais, que fazem aula para dançá-la de maneira correta e harmoniosa. E também, alguns querem uma valsa mais elaborada, com passos de maior impacto, além de poses durante o bailado (o que disponibiliza lindas imagens), e movimentos que guardam na lembrança de filmes ou espetáculos.


N&C: Quanto tempo um casal precisa para aprender uma dança?

Scherer: Depende muito do que foi escolhido, da habilidade do casal, e do tempo dedicado ao treino em casa, que é ensaiado em aula, o que pode levar em média de quatro a 10 aulas.


N&C: Quais são as músicas mais apreciadas pelos noivos?

Scherer: Existem duas músicas que são muito requisitadas, sendo elas: (I´ve Had) The Time of My Life – (Bill Medley and Jennifer Warnes) do filme Dirty Dance e Por uma Cabeza – (Carlos Gardel e letra de Alfredo Le Pera) do filme Perfume de Mulher.


N&C: São aulas particulares ou coletivas?

Scherer: Existem as duas possibilidades! As aulas coletivas são indicadas quando os noivos desejam apenas aprender a dançar, nestas aulas também podemos incluir os pais e os padrinhos. Em relação às aulas particulares, elas são indicadas apenas quando a escolha do casal é por uma dança coreografada.


N&C: Quais são as dicas para os noivos dominarem a ansiedade?

Scherer: Indico que iniciem as aulas de dança no mínimo seis meses antes do casamento para se que tenha tempo suficiente para que os passos fiquem bem ensaiados e com os movimentos automatizados, mas o ideal é que um mês antes do casamento a dança já esteja pronta.

É válido ter em mente que, quanto mais próxima a data do casamento, maior a ansiedade dos noivos em relação aos preparativos, e estar com a dança pronta será uma preocupação a menos.


N&C: O valor é cobrado por aula ou existe um pacote?

Scherer: Os valores dependem do número de aulas a serem contratadas, e o valor pode ser por aula, por pacotes ou por mês, tudo é acertado em uma reunião previa com o casal.


N&C: O que acontece no grande dia?

Scherer: Os noivos iniciam, por exemplo, dançando uma valsa, e na metade da dança, a música muda para outro ritmo, entram os padrinhos e começam uma coreografia com o noivo, e em seguida já se inicia outra melodia para a noiva dançar com as madrinhas, e todos terminam juntos.

Essa modalidade costuma surpreender positivamente todos os presentes, sem falar da interação inesquecível dos noivos com os padrinhos, resultante do sucesso da dança e dos encontros prévios divertidos e descontraídos para os ensaios. Gostaria de ressaltar que tudo o que os noivos pensarem em fazer é possível concretizar. Minha parceria com eles visa adaptar e transformar sonhos em realidade, ajustando da melhor maneira cada ideia, criando assim uma dança exclusiva dos apaixonados, sempre respeitando o estilo pessoal de cada um e ainda seguindo os padrões do próprio cerimonial.

N&C: Quais são suas sugestões de músicas?

Scherer: Sempre sugiro uma ou mais músicas que façam parte da história do casal, como uma música que lembre algum lugar ou momento especial para eles. Considero fundamental analisar a letra da música - principalmente nas músicas internacionais - que o casal faça a tradução e analise se a mesma passa uma mensagem do sentimento dos dois, pois acredito que a dança deva realmente ser dos noivos e para os noivos. Existem muitas músicas que traduzem nossos sentimentos de maneira clara e significativa para cada um, basta escolher aquela que mais traduza esse sentimento para o casal.


Veja alguns exemplos:

Um sonho a dois – Roupa Nova e Claudia Leite

Uma prova de amor – Zeca Pagodinho

Have you ever really loved a woman – Bryan Adams

Pela luz dos olhos teus – Tom Jobim


Observação: Agradecemos ao casal Maurício Scalco e Vanessa Webber, que foram alunos de Rodrigo Scherer, por cederem algumas imagens do casamento para que pudéssemos ilustrar a reportagem.

Fonte: Revista Noivas e Cia
Fabiana de Oliveira

Link da entrevista
http://www.noivasecia.com.br/revista/2350/curso-de-danca-para-noivos

sábado, 20 de março de 2010

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Animação em Festas

Quer transformar sua festa em um evento inesquecível?
É importante que nenhum detalhe seja esquecido!
Bom local, boa comida, boa música ...
Mas você não pode esquecer do mais IMPORTANTE:
Sua Festa tem que ser ANIMADA, e é por isso que você não pode deixar de ter em sua festa o Rodrigo.
Para sua festa ser um sucesso entre os seus amigos, que tal contar com uma experiência de alguém com carisma e acostumado a animar todo tipo de público?
O professor, coreógrafo e dançarino Rodrigo Scherer, além de dar aula de ginastica e dança, também faz animação em festas de casamentos, formaturas, aniversários, etc.

Ele não vai deixar ninguém ficar parado!

Confira alguns videos no You Tube.
http://www.youtube.com/Passomestre

Animação em Festas é uma atividade onde vamos em festas de casamentos, formaturas, aniversários, etc. e fazemos as pessoas dançarem coreografias de músicas que fizeram e fazem sucesso, todas ensinadas de forma simples e lúdica, usando figurinos que lembram os artistas ou de cena de algum filme que a música tenha feito parte.
Exemplo: Tony Manero no filme “Nos embalos de sábado a noite” com a música Night fever dos Beeges, Sidney Magal na música Sandra Rosa Madalena, YMCA do Vilage People, Triller do Michael Jackson entre outras.
Também ensinamos a dança dos noivos personalizada, uma dança única e exclusiva deles, podendo ser a representação da dança de algum filme, ou um mix de músicas tocando entre 30s a 1 min. de cada, ou algum ritmo de dança de salão.

Importante: Possuimos mais de 1.000 músicas e a escolha de repertório e feita em parceria com o contratante.


Alguns Exemplos:










Minha História Resumida!


Me perguntaram quando comecei a trabalhar com as Animações em Festas, então vou contar minha história profissional resumida.

As Animações em Festas começaram em março de 2009, mas já trabalho como professor de ginástica e dança desde 1997.Ja dei aula de todas as ginásticas existentes,como: aero boxe, aero step, bike class, aero capoeira, lambaerobica, aero jump, aero dança,etc.



Bueno, danço desde os 8 ou 9 anos de idade, iniciei participando de grupos de danças em CTGs ( centro de tradições gáuchas) com danças folclóricas do Rio Grande do Sul, antigamente era onde todo piá iniciava sua vida social, participava destes grupos aqui chamado de Invernadas Artísticas, e fui nisso ate os 19 anos.
Em 1997 entrei para o curso de Educação Fisica, e no primeiro semestre na matéria de Laser e Recreação dei minha primeira aula de dança...as músicas que ensinei foram “Mila” do Netinho e” Araketo Bom Demais” do Araketo, e a terceira não lembro... era um trabalho e tínhamos que criar uma micro-aula.

Após isso crei uma aula chamada “samba e pagode” mas o nome hoje analisando não tinha a ver com a aula... era uma aula de ginástica com dança e usava os sucesso da época, depois veio a “Dança do Pimpolho”, “Dança da Vassoura”, começaram as coreografias de axé, dança do Bum BUm, LambaTcham e assim por diante.
Destaquei-me nessa área por dançar conforme a turma, ou seja, não dou aula para mostrar que sei dançar, tento dançar no mesmo nível dos alunos, fazendo movimentos que motivem eles a tentarem, não adianta fazer movimentos visualmente difíceis que eles não se sintam capazes de fazer... o objetivo e motivar o praticante a se soltar e tentar mover seu corpo fazendo-os dançar , o objetivo não é dar Show!

Em 2001 entrei para Body Systems, com aulas de Body Combat, RPM e Body Jam, onde aprendi muito sobre como estruturar e ministrar uma aula de ginástica e acabei parando de criar minhas aulas, só em 2006 mesclando com meu conhecimento anterior acabei criando um sistema de ginástica para a academia Hideale chamado “Sistema Total de Ginástica”, onde eu coreografava e ensinava aos colegas como ministrar as aulas.

Em 2003, fui morar em Caxias do Sul e 2004 iniciei na dança de salão, ensinando uma turma de 5 casais e só em 2006 que me dediquei a esta modalidade afim de estudar ao máximo a mesma, e a cada ano vejo o quanto mais preciso me dedicar, que a dança de salão é uma atividade que não tem fim, sempre teremos o que aprender, é uma modalidade com muitas possibilidades, claro que isso depende do quão bem queremos dançar.

Em 2008 venci um concurso semelhante a "Dança dos Famosos" do Faustão, chamado "Pista dos Famosos Beats Lounge" em Caxias do Sul – RS.

Em 2009 , venci um concurso do canal People+Arts Chamado "A Dança Pega" no programa "So You Think You Can Dance", com o "Passo Mestre" sendo o passo mais imitado em toda América Latina na Internet, depois sai da academia Hideale e criei uma aula de ginástica chamada Festa Mix, a aula consiste em dançar como se estive em uma festa, sem coreografias “certas” claro que existe algumas rotinas a serem seguidas, mas elas variam de acordo com o nível dos alunos, onde o objetivo é descontração e diversão, queimar calorias e aprender a dançar e conseqüência.

Com base nessa aula acabei criando as Animações em Festas, uma atividade onde vou em festas de casamentos, formaturas, aniversários, etc. e faço as pessoas dançarem coreografias de músicas que fizeram e fazem sucesso, todas ensinadas de forma simples e lúdica, uso figurinos que lembram os artistas ou de algum filme que a música tenha feito parte.
Exemplo: Tony Manero no filme “Nos embalos de sábado a noite” com a música Night fever dos Beeges, Sidney Magal na música Sandra Rosa Madalena, YMCA do Vilage People, Triller do Michael Jackson entre outras.
Essa atividade nestes moldes ainda não vimos ninguém fazer, é esta um MEGA SUCESSO aqui em nossa região, vejam vídeos no nosso site www.passomestre.com .

Também ensino a dança dos noivos personalizada, uma dança única e exclusiva deles, podendo ser a representação da dança de algum filme, ou um mix de músicas tocando entre 30s a 1 min. de cada, ou algum ritmo de dança de salão.

Em 2010 com o aumento da procura por minhas aulas e o sucesso das animações de festas e os muitos convites para ministrar aulas em congressos e oficinas de dança e ginástica, acabei criando a Equipe Rodrigo Scherer, um grupo de professores capacitados a ministrarem aulas de ginástica, dança de salão e animação de festas, seguindo minha metodologia de ensino.

Iniciei a equipe com 3 amigos, Caroline de Castilhos, professora de educação física, Adroaldo Pedroni, estudante formando em educação física e Mariana Andreazza Michelon, estudante formanda em educação física, estes e últimos se formama agora em janeiro de 2012, nossa intenção e ampliar a equipe, capacitando mais pessoas a ministrarem nossas aulas, temos a pretensão de tornar nossa aula de de festa mix um sucesso mundial.

Release da Equipe:
A Equipe Rodrigo Scherer é composta de profissionais da área de Educação Física com ampla experiência na área do fitness, principalmente aulas de ginástica, e na área da dança.

Nosso objetivo é oportunizar diversificadas vivências relacionadas à dança, tratando-a como um meio eficaz pela busca da saúde, auto-estima e qualidade de vida.
Nossa meta é mostrar que a dança pode se popularizar ainda mais, ou seja, que todos podem dançar, independente de suas dificuldades.
Sendo assim, criamos a metodologia Pense Dance, onde o aluno é instigado a entender a dança, e outros fatores que a cercam como musicalidade, ritmo, movimento, entrosamento, entre outros.

Na ginástica, acreditamos que simplicidade e diversão são elementos importantes para permanência dos alunos em sala de aula, sempre priorizando o efeito do exercício.
Fazem parte da equipe:.
Estamos presente na maioria dos congressos relacionados à educação física e a dança, como: Merco Dança Ijui – Ijui – RS, Enapef – Tramandaí -RS , Convenção Brasil – Porto Alegre – RS, Baila Costão – Costão do Santinho – SC, Mercomovimento – Santa Maria – RS , ministrando cursos para formação de professores e estudantes.




Em 2011 criamos, a Dança de Salão Funcional, confira explicação abaixo:

Para Dançar a Dois
Dança de Salão Funcional – Ritmos Atuais

Olá, essa é mais uma novidade da Equipe Rodrigo Scherer, em resumo essa aula é para quem quer aprender a dançar exclusivamente para se divertir em barzinhos, formaturas, casamentos e etc…

Por exemplo, vamos ensinar um passo, o Básico Lateral ou 2 e 2, e mostrar todas as possibilidades de usar este movimento, nos mais diversos ritmos que tocam nas festas em Caxias do Sul e Região, depois ensinaremos outro passo, por exemplo, o Básico longitudinal ou Frente/Tras e faremos o mesmo trabalho, ensinaremos todas as possibilidades de usar tal movimento para cada música e estilo… depois, como unir os dois passos ensinados, etc…

Enfim, o objetivo e facilitar a aplicabilidade das Dança a Dois para as festas em geral, para que, as pessoas que querem apenas aprender a dançar para " ir pra noite", possam fazer uma aula especifica para esse fim.
Claro que depois, se os alunos quiserem se aprofundar mais em cada ritmo iremos direcioná-lo para outras turmas com este objetivo.

Por que criamos a Dança de Salão Funcional – Ritmos Atuais?

Em 2010 muitos alunos me procuraram com dúvidas semelhantes perguntando, por exemplo, como usar os movimentos ensinados em aula (samba) em um bar da cidade que está sempre muito lotado, falaram das dificuldades para executar até os passos básicos da dança em espaços apertados.

Outro comentário que recebi foi de alguns homens, que quando aprendem determinado passo, exemplo “tic tic tun” (básico do samba), vão para as festas e sentem dificuldade de dançar com as mulheres que não fazem aulas. Entendo que para um aluno iniciante seja difícil adaptar os movimentos, ele consegue reproduzir literalmente da forma que lhe é ensinado, então, quando esse aluno convida uma menina para dançar um samba, se a mesma nunca tiver feito aula, ou seja, não conheça o “tic tic tun”, a dança não acontece, frustrando nosso aluno por não conseguir aplicar na prática o que lhe foi ensinado na escola.

Enfim, pensando nisso procurei uma forma de atender esse público que deseja aprender a dançar para “ir para noite”, criamos uma aula para quem quer aprender simplesmente o DANÇAR, com estratégias e dicas especificas para usar nestes ambientes com menor espaço físico e para quando forem em festas de casamento, formaturas, bailes ou até mesmo em um barzinho… sintam segurança de ir para pista se divertir, surgindo assim, a DANÇA DE SALÃO FUNCIONAL – RITMOS ATUAIS, onde o objetivo é oportunizar aos nossos alunos, na prática, o que realmente é preciso aprender para dançar os ritmos mais tocados nas casas noturnas, bares e festas de Caxias do Sul e região.

Iremos trabalhar os ritmos de: Sertanejo Universitário, Pagode, Forró, Samba, Pop Rock, e algumas gaúchas, com ênfase na Musicalidade (como movimentar-se com a música e não somente no ritmo), Condução (para o homem realmente aprender como induzir a dama a executar o movimento que ele deseja) Resposta (para a mulher entender o que é ser conduzida, e aprender a responder a condução masculina) proporcionando, assim, com a dança, maior satisfação pessoal e desempenho social.

Por Fim, Também tenho um canal no you tube direcionando a ensinar a dançar as pessoas que tem vergonha de ir para uma academia, ou simplesmente não querem sair de casa, meu objetivo e sinceramente é levar a dança ao alcance de todos.